No torneio mais democrático do futebol francês, a primeira fase já conta com diversas surpresas. Após Montpellier, Angers e Nimes, foi a vez do Olympique de Marseille ser eliminado da Copa da França por um time modesto e, para muitos, desconhecido. Neste domingo, no Estádio Geoffroy-Guichard, em Saint-Étienne, o decacampeão foi surpreendido pelo Andrézieux, da quarta divisão nacional, e perdeu por 2 a 0.

Os responsáveis pelos históricos gols do time mandante foram o zagueiro Ngwabije, aos 17 minutos do primeiro tempo, e o meio-campista Florian Milla, aos 37 do segundo. De resto, foi pressão total dos marselheses, que tiveram paciência, tocaram a bola, finalizaram, mas não conseguiram furar o bloqueio adversário.

Na próxima fase, a última antes das oitavas de final, o Andrézieux terá pela frente o vencedor do confronto entre Toulouse e Nice, ambos da elite nacional. O Olympique de Marseille, por sua vez, agora volta suas atenções totalmente para o Campeonato Francês, do qual é o sexto colocado, com 26 pontos ganhos.

Monaco vence Canet Roussillon

Apesar da péssima temporada que faz, o Monaco, por outro lado, não sofreu do mesmo mal que os marselheses. No Estádio Gilbert Brutus, na cidade de Perpinhã, o time comandado por Thierry Henry venceu o Canet Roussillon por 1 a 0 e também garantiu vaga na fase seguinte da Copa da França.

O gol do jogo foi anotado pelo meio-campista Moussa Sylla, logo com dois minutos de bola rolando. Aos 17, Malick Lopy facilitou a vida dos monegascos, sendo expulso de campo e deixando o time da casa com um a menos. Sendo assim, os visitantes não precisaram de grandes esforços para administrar o resultado e chegar ao triunfo.

Fonte:Gazeta Esportiva