A Chapecoense empatou sem gols contra o Corinthians, neste domingo, em São Paulo, e a decisão sobre a permanência na Série A ficou para a última rodada, diante do São Paulo, domingo, na Arena Condá.

Mas antes o time catarinense torce para o tricolor paulista vencer o Sport, nesta segunda-feira. É que o time pernambucano pode igualar a Chapecoense se somar três pontos e, ultrapassá-lo em número de vitórias. Com isso o time catarinense cairia para a zona de rebaixamento. A Chapecoense tem 41 pontos contra 38 do Sport.

Outro time que está vivo é o América-MG, que venceu o Bahia e foi a 40 pontos. No fim o ponto somado evitou que a Chapecoense voltasse para a zona de rebaixamento neste domingo.

A Chapecoense encarou o Corinthians tentando garantir a permanência antecipada na Série A de 2019.

Mesmo jogando fora de casa, onde nunca venceu o time paulista, a Chapecoense teve uma boa atuação no primeiro tempo.

O time da casa até mostrou força no início da partida, com uma chance de gol logo aos dois minutos. No cruzamento para a área Matheus Vital chutou de primeira e Jandrei caiu bem para fazer a defesa.

Depois disso o time paulista não teve muita chance de gols, a não ser chutes sem perigo, a maioria para fora.

Já a Chapecoense teve boas chances de marcar, todas com Leandro Pereira. Na primeira o atacante chutou de fora da área e Cássio fez a defesa em dois tempos. Depois, em cruzamento para a área, o camisa 90 da Chapecoense cabeceou para o chão, mas onde estava o goleiro do Corinthians. Na terceira, em cruzamento de Wellington Paulista, ele tentou tirar do goleiro e a bola acabou saíndo, raspando a trave.

  • Foi um lance muito bom para nós mas tirei um pouco demais e a bola bateu na trave e saiu, mas estamos no caminho certo para a vitória – disse o atacante, na saída para o intervalo.

No início do segundo tempo a pressão foi total da Chapecoense. Wellington Paulista chutou quase sem ângulo mas obrigou Cássio a espalmar. Na sequência cruzou para Leandro Pereira, que errou o alvo quase na marca do pênalti. Em seguida foi a vez de Canteros desperdiçar a chance. E o próprio Wellington Paulista quase marcou num chute em curva, de dentro da área, que passou perto da trave. Tudo isso em apenas dez minutos da etapa final.

Depois o ritmo to time visitante caiu. O Corinthians levou perigo somente aos 20 minutos, numa bicicleta de Pedrinho, que passou próximo do gol de Jandrei. E ficou assim, zero prum lado, zero pro outro. Foi o quarto empate entre os dois times em São Paulo.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS-0
Cássio, Fagner, Léo Santos, Henrique e Carlos Augusto; Ralf, Thiaguinho, Jadson e Mateus Vital (Emerson Sheik), Romero (Danilo) e Pedrinho (Rafael Bilu); Danilo. Técnico: Jair Ventura.

CHAPECOENSE-0
Jandrei; Eduardo, Douglas, Fabrício Bruno e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Amaral, Canteros (Osman) e Diego Torres (Elicarlos); Wellington Paulista e Leandro Pereira (Nenén). Técnico: Claudinei Oliveira.

ARBITRAGEM: Paulo Roberto Alves Júnior, auxiliado por Luciano Roggenbaum e Luiz H. Souza Santos Renesto (trio do PR).
CARTÕES AMARELOS: Ralf e Emerson Sheik (CO); Diego Torres (CH)
LOCAL: Arena Corinthians, em São Paulo.

PÚBLICO: 35.888

RENDA: R$ 1.219.472,00

Fonte:DC