O Vitória vive um momento complicado tanto dentro de campo como fora das quatro linhas. No Campeonato Brasileiro, o clube ocupa a 19ª posição, com apenas 36 pontos e chances mínimas de se livrar do rebaixamento. Nesta sexta-feira, após um longo período longe dos holofotes, quem resolveu “aparecer” foi o ex-presidente do Vitória, Ivã de Almeida, que renunciou ao cargo no ano passado depois de ser acusado de ‘gestão temerária’.

Vale lembrar que Ivã é um dos responsáveis pelo atual momento do Leão. O que causa estranheza é que ele não assumiu culpa por nada que aconteceu no clube, como se sua gestão tivesse sido exemplar.

Durante entrevista à rádio Transamérica, o ex-dirigente resolveu partir para o ataque. O ex-cartola do Vitória bateu em Ademar de Lemos, Alexi Portela, Paulo Carneiro e fez algumas revelações bombásticas.

Confira alguns trechos da entrevista:

Sobre Paulo Carneiro

“A gestão de Paulo Carneiro não teve profissionalismo nenhum, foi tudo na base do chute. Na gestão dele as catracas do Barradão eram viciadas e rendiam de 60 a 100 mil por jogo. Paulo é um babaca. Ele acha que entende. Ele não entende nada de gestão de futebol. Ele entende de time. Ele acha q tudo se resolve na porrada, não estuda, não tem inteligência. Sem falar do ‘Sou mais Vitória’ que não tinha controle nenhum. Na época Ricardo David que era do marketing. Paulo Carneiro e Alexi Portela são dois abestalhados”.

Sobre Ademar de Lemos

“Ademar chantageava Sinval e ameaçava ele, colocando Jorginho Sampaio nas costas de Sinval. Impôs Jorginho dentro do Vitória e disse: – Se tirar Jorginho, eu f*** tudo”.

Sobre Alexi Portela

“Alexi Portela nadou de braçada porque não teve oposição e tratou o clube como se fosse dele. Alexi não cumpre acordo. Um cara que não olha no olho do outro, é falso. Ninguém gosta dele na liga do Nordeste. Pode perguntar a Ednaldo [Rodrigues, da FBF], a Marcelo [Sant’Ana]. Quem tirou Falcão foi ele. Fez pressão p Falcão sair. Alexi Portela com Ademar e Paulo Carneiro estão destruindo o Vitória. Eles ficam se reunindo”.

Sobre parcerias e negociações em sua gestão

“Os chineses que estão no Milan estavam fazendo parceria com a gente. O Barcelona estava negociando parceria também. Eu negociei com Eurico Miranda a troca de Cleiton Xavier por Nenê [atualmente no São Paulo]. Podem perguntar a Nenê quantas vezes falei com ele por telefone”.

Sobre a gestão do rival

“O Bahia não tem crise porque tem um grupo só trabalhando, estabilizado. Todo mundo junto. Você acha que Bellintani entende de futebol? Galliote no Palmeiras entende? O que precisa é de um gestor e um grupo unido trabalhando junto”.

Fonte:Galáticos Online